Perfil de Richard Gere

Data de nascimento: 31/12/1969
Signo: Virgem
O que faz: Ator
Por Redação
Richard GereGrosby Group
Richard Gere

    Dados da celebridade:

  • Nome: Richard Gere
  • Data de nascimento: 31/12/1969
  • Signo: Virgem
  • O que faz: Ator
  • Fatos curiosos:
    1. O ator, que é budista e tem uma ligação estreita com o Tibete, chegou a ser banido da festa de entrega do Oscar após fazer críticas à China durante a cerimônia de 1993.

    2. Um pintor, compositor e músico competente, Richard Gere compôs e executou, ele mesmo, o solo de piano de seu personagem em "Uma Linda Mulher".

    3. O nome de seu filho, Jigme, significa "sem medo" em dialeto tibetano.

    4. Além de ginástica olímpica, praticou esqui e lacrosse quando era estudante.

    5. Seu maior arrependimento foi ter recusado o papel de "Gordon Gekko", interpretado por Michael Douglas, no filme "Wall Street

    − Poder e Cobiça" (1987).

  • Biografia: Filho de um vendedor de seguros e de uma dona de casa, Richard Gere iniciou sua carreira artística como músico, tocando diversos instrumentos e compondo para produções escolares. Ele conquistou uma bolsa de estudos como ginasta na Universidade de Massachusetts, onde cursou Filosofia, mas deixou os estudos após dois anos para tentar a carreira de ator.

    Gere conseguiu o papel principal na versão teatral inglesa do musical "Nos Tempos da Brilhantina" (1973), à qual se seguiram outras peças, como "A Megera Domada". Simultaneamente, passou a fazer pequenos papéis no cinema até obter reconhecimento pelo filme "À Procura de Mr. Goodbar" (1977), com Diane Keaton, que o levou a estrelar "Cinzas no Paraíso" (1978).

    Fora das telas, começou a estreitar seus laços com o budismo e o Tibete quando viajou ao Nepal, em 1978. De volta aos Estados Unidos, interpretou um prisioneiro de campo de concentração na peça "Bent", que lhe rendeu o prêmio Theatre World Award de 1980. O sucesso no cinema e o reconhecimento teatral garantiram a Gere papéis de maior destaque e o posto de símbolo sexual, em filmes como "Gigolô Americano" (1980), "A Força do Destino" (1982) e "A Força do Amor" (1983).

    Ainda no início da década de 80, Gere, que desde então tem se envolvido em causas humanitárias, viajou com um médico para Honduras, Nicarágua e El
    Salvador, que então viviam uma época de guerras e violência, e visitou campos de refugiados.

    Após um período de poucos filmes, ele voltou a ser um dos principais astros de Hollywood ao coestrelar com Julia Roberts "Uma Linda Muilher" (1990). Embora o sucesso do filme tenha levado a especulações de uma sequência, o par romântico só voltou a se reunir em 1999, no filme "Noiva em Fuga". Mais recentemente, o ator mostrou versatilidade ao cantar e dançar no musical "Chicago" (2002) e conquistou um Globo de Ouro por seu desempenho em "Infidelidade" (2002).

    Fora das telas, o ator, que namorou a pintora brasileira Sylvia Martins, casou-se em 1991 com a modelo Cindy Crawford. Os dois se separaram em 1995 e Gere começou a namorar a atriz Carey Lowell, com quem tem um filho, Homer James Jigme Gere, nascido em 2000. Ele é fundador da ONG Tibet House, dedicada à preservação da cultura tibetana, e integra a organização Survival International, que defende o direito à autodeterminação de povos nativos como os índios brasileiros, a tribo Wichi da Argentina e os Masai da África oriental. Ele também costuma promover campanhas contra as restrições aos direitos humanos na China e a opressão do país ao Tibete.